Nossas pequenas manias de casal

by - 11/13/2018 10:42:00 AM


Desde que tenho esse blog, gosto de escrever, gosto de escrever sobre tudo. Nos últimos meses encontrei uma pessoa incrível que da mesma forma gosta de escrever e com isso dividimos ideias.
A alguns dias nós entramos em um acordo de escrevermos sobre a gente, sem regras específicas, para vermos a visão de cada um, isso resultou em dois textos e eu vou postar os dois, dizendo qual é de quem.



Minha versão...

Quando estamos em um relacionamento, criamos manias únicas com a pessoa amada, É incrível a conexão que temos quando achamos graça de alguma coisa. Sempre que achamos alguma coisa engraçada, logo nos olhamos e começamos a rir descontroladamente. É isso o que mais gosto! Talvez eu nem esteja rindo porque achei graça de algo, mas sim por estar ao seu lado - isso me faz verdadeiramente feliz!
Eu amo quando você me faz um carinho e até consegue me acalmar, seja da raiva ou da tristeza. Melhor ainda é quando você me faz carinho e canta para mim. Me sinto uma criança perdida em seus braços, desorientada , molenga, como se o seu cheiro tivesse me intoxicado e eu tivesse caído na sua teia. E caí: estou perdidamente apaixonada por você! Desde a primeira vez que nos vimos já nos comunicávamos através de olhares e de sorrisos - e até hoje somos assim: basta um olhar para entender todos os seus recados e atender a todos os seus pedidos. São seus olhos que me dizem o quanto você me ama, como se fossem palavras de amor.  É tão bom adormecer no seu colo com você fazendo um cafuné em mim! Você nem imagina como é bom dormir ao seu lado. Poder sentir seu cheiro, a sua respiração calma, seu rosto tão sereno, seu corpo quente que me esquenta nas noites frias.  Eu me sinto leve, mais tranquila, zen, com uma paz interior por saber que é você que está ali comigo, eu amo os seus carinhos e eu poderia ficar aqui no seu colo o dia todo só recebendo esses seus carinhos.
Todas as vezes que resolvemos assistir a um filme ou uma série é uma briga, porque temos gostos completamente diferentes - e não adianta discutir porque sei que de qualquer forma sempre iremos assistir ao  que você escolheu. E eu nem me importo, o importante é que eu irei assistir ao filme do seu lado, com você ali comigo e isso já é mais do que o suficiente.

Somos um casal diferente, você sabe disso tanto quanto eu, antes de sermos namorados, nós somos muito amigos, e amigos tiram sarro um do outro de vez em quando.

Eu e meu namorado somos assim, sempre fazendo piadinhas um do outro, sempre buscando algum defeito para poder brincar. Talvez esse seja o segredo de nossa relação ir tão bem. Nós sabemos lidar com nossos defeitos e isso faz com que o amor sempre fale mais alto!


Versão dele... 

Os pequenos detalhes normalmente não importam e essa é uma sentença normalmente aceita pela maioria das pessoas. Acredito seriamente que a megalomania é um defeito bem presente na nossa cultura atual, só é valorizado o que é grandioso, estupendo e chamativo...
Nunca fui um cara de coisas populares, nunca gostei muito do tido como "comum" e acho que nem você. O resultado disso é que nós temos nossos próprios "pequenos e únicos momentos", eles se resumem basicamente a quando você simplesmente olha no fundo do meu olho e me dá uma piscada de um olho só, no meio de uma multidão de pessoas no metrô ou no canto da cama sozinhos. Essa atitude não é uma simples piscada, ela concentra uma comunicação única, uma interpretação tão, mas tão nossa que outra pessoa levaria anos para entender o que essa piscada quer dizer. Da mesma forma quando você mostra a sua língua num ato brincalhão eu entendo exatamente tudo o que você quer dizer naquele instante, sinto a transmutação de pensamento e de sentimento.
Nós precisamos de atitudes grandiosas quando elas são realmente necessárias, nós entendemos que as vezes o cotidiano é chato e repetitivo e nós criamos nossa própria forma de sermos grandiosos sem chamar atenção, a nosso modo. Nós gritamos de uma forma tão silenciosa que somente nossos ouvidos e olhos podem captar esse grito, acho que contigo eu entendo quando a Pitty diz o que é equalizar numa frequência em que só o outro sabe...



You May Also Like

0 comentários